Frente presidida por Dr. Leonardo define pauta legislativa de 2019

April 25, 2019

 

 

Presidida pelo deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade), a Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias da Câmara dos Deputados realizou nesta terça-feira (23.04) encontro com os profissionais da saúde pública para definição da pauta legislativa de 2019. Mais de 200 parlamentares integram o grupo.

 

“Além da nossa pauta de projetos e articulações junto ao Ministério da Saúde e das secretarias estaduais e municipais de saúde, destacamos o nosso empenho em defender os profissionais que trabalham pela saúde pública dentro da Reforma da Previdência. É por isso que aprovei na Comissão de Seguridade Social a realização de Audiência Pública para que o Congresso Nacional debata melhor a situação dos trabalhadores expostos a agentes nocivos à saúde para afastar eventuais riscos de perda de direitos na Reforma”, explicou Dr. Leonardo durante o encontro que contou com agentes de saúde de todo o Brasil.

 

Ao lado dos ACS e ACEs, definiu-se que os deputados deverão atuar junto ao Ministério da Saúde para a adequação da portaria que estabelece a Política Nacional de Atenção Básica (Portaria 2436/2017) à lei Ruth Brilhante (Lei 13.595/18), aprovada no final do ano passado. A lei, batizada em homenagem a uma agente comunitária de saúde de Goiás que morreu recentemente, estabelece vários parâmetros da atividade, como jornada de trabalho, grau de formação profissional e atribuições.

 

Segundo a presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (Conacs), Hilda Correia, há várias contradições entre as duas legislações, em aspectos como a quantidade de famílias a serem visitadas pelos agentes e a área geográfica de trabalho deles. O assunto deverá ser levado ainda nesta semana ao ministro da Saúde.

 

No Congresso, foi definido ainda que está na pauta prioritária da Frente Parlamentar a Proposta de Emenda Constitucional que define, entre União, Estados e municípios, de quem é a responsabilidade pela remuneração e pela valorização dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate a Endemias.


LIDERANÇA – A Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate foi lançada no dia 15 de fevereiro deste ano, após o deputado Dr. Leonardo conquistar a assinatura de quase metade dos deputados da Câmara Federal. Na diretoria, consta o deputado federal Júlio César (PSD-PI) como responsável pela região Nordeste; deputado federal Alcides Rodrigues (PRP-GO), como vice-presidente do Centro-Oeste; deputado federal Alexandre Serfiotis (PSD-RJ) liderando a região Sudeste I e o deputado federal Zé Silva (Solidariedade-MG) na região Sudeste II; deputada federal Carmem Zanotto (PPS-SC) como vice-presidente da região Sul; e deputado federal Otaci Nascimento (Solidariedade-RR), vice-presidente da região Norte.

 

De acordo com o Estatuto da Frente, são finalidades: trabalhar pela implantação do piso salarial nacional e as diretrizes para os Planos de Carreira definidos pela Lei 12.994/14; propor e debater a regulamentação da data base e do indexador de reajuste do Piso Salarial; promover interlocução para implantação do Curso Técnico de Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate às Endemias; articular o reconhecimento da atividade insalubre e pelo adicional de periculosidade; valorizar os profissionais na estratégia da Saúde da Família; promover debates, simpósios, seminários e outros eventos em todo o território nacional, entre outras pautas.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags