SAÚDE PÚBLICA: Deputado federal Dr. Leonardo defende interiorização do tratamento contra o câncer

November 15, 2019

 

 

O deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) defendeu a interiorização do tratamento de pessoas vítimas de câncer, durante  o Segundo Fórum Sobre Oncologia, promovido pela ONG Cirinho Sorrindo, realizado na Câmara de Vereadores de Sorriso, na noite de quinta-feira (14.11). De acordo com o parlamentar, além de ser viável financeiramente, ajudaria na recuperação do paciente.

 

“É desumano uma pessoa, com câncer, ter que se deslocar sozinho para outra cidade para poder fazer quimioterapia, sem a companhia de um familiar. Isso impacta diretamente na recuperação do paciente, que já está mais suscetível a sofrer uma depressão. E não é inviável trazer esses tratamentos para o interior, nos hospitais regionais. O que precisamos é repensar a política de saúde”, disse o deputado, que é médico.

 

Durante o evento, foram debatidos os direitos, acolhimento dos pacientes e de como se prevenir contra o câncer. O evento é organizado pela ONG de Combate ao Câncer Cirinho Sorrindo. De acordo com a presidente e fundadora da ONG, Carla Pianesso, foi importante a participação do deputado federal para poder discutir de forma prática como o poder público para melhorar a atuação.

 

“Para nós, ter uma representação de alguém do Congresso Nacional, ainda mais ele, que nos acompanha desde o começo, é de suma importância. Todos os projetos que levamos é estudado por ele para melhorar os atendimento, o acolhimento do paciente, ter uma resposta mais rápido dos órgãos públicos. Até porque o Dr. Leonardo é médico, entende como funciona o SUS, a burocracia, a morosidade. Ele vem para somar a ajudar a mudar essas políticas que estão atrasadas”, disse Carla.

 

Ele destacou que é importante a criação de um protocolo nos Postos de Saúde, onde ocorre o primeiro atendimento dos pacientes. “É nestes locais que ocorre o primeiro contato com a doença. Outro ponto importante é o agente de Saúde. É ele que faz as visitas aos moradores. Por isso, é preciso a criação de um protocolo para buscar um diagnóstico mais rápido”.

 

Ainda de acordo com a presidente da ONG vai ser feita carta de intenções que será encaminhada ao Congresso, através do deputado Dr. Leonardo, para tratar sobre a garantia do tratamento. Atualmente, alguns pacientes já estão há dois anos na fila devido a atual política de diagnóstico a acolhimento

 

A lei sobre prazo para exame de câncer no SUS, foi sancionada pela presidência da República e publicada no Diário Oficial da União. Agora, entrará em vigor nos próximos 180 dias.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo